sábado, 7 de fevereiro de 2009

Uma piscina relaxante

Foto: ViverBem
Quem nunca sonhou com uma piscina para amenizar o calor nos dias de verão? Basicamente todas as pessoas podem ter uma piscina em casa, mesmo em um espaço pequeno. Para quem ficou interessado em ter uma em casa, é importante lembrar que existem uma série de precauções para que ocorra a instalação. Antes de iniciar a construção é necessário elaborar um projeto, onde devem constar as instalações elétricas e hidráulicas, assim como a especificação dos materiais escolhidos. É preciso ficar atento ao tipo de solo em que será instalada a piscina. Por isso é fundamental fazer uma sondagem do terreno, que irá verificar a existência de rochas ou lençol freático na área escolhida. Se houver impedimento, é possível definir um outro tipo de material mais adequado, ou ainda, trocar a área escolhida para a implantação. Dependendo dessas análises o tempo e o custo da instalação pode variar. Atualmente estão disponíveis no mercado as piscinas em concreto armado, de fibra de vidro, e de vinil. Esta última possui a estrutura em concreto e é revestida por um filme de PVC com espessura que varia de 0,6 mm a 0,8 mm. Cada tipo possui suas vantagens e desvantagens, e a escolha depende de uma série de fatores, como o espaço disponível para instalação, quanto se pretende gastar, tempo para a sua construção, custos de manutenção e gosto do morador. As de concreto são mais resistentes e duráveis e permitem um flexibilização de formas e tamanhos, dependendo apenas da criatividade. As de vinil também podem ter formas e tamanhos variados, mas são mais frágeis. Os modelos de fibra de vidro já são encontrados no mercado em formatos pré-definidos pelos diversos fabricantes, ou seja, não permitem uma intervenção na forma. A profundidade ideal de uma piscina fica entre 1,30 e 1,40m. Os formatos podem ser redondos, ovais, quadrados, dentre outros. Por estar exposta a variações de temperatura, ataque químico dos produtos utilizados no tratamento da água e umidade constante deve-se optar por revestimentos específicos para piscina. Os mais tradicionais são os cerâmicos e as pastilhas. Os revestimentos cerâmicos, popularmente chamados de azulejos, devem ter dimensão máxima de 10x10cm. As pastilhas podem ser cerâmicas ou de vidro. Por possuírem várias cores, é possível mesclar, criando desenhos no fundo ou nas laterais. Devem-se utilizar obrigatoriamente as com cantos boleados para evitar acidentes. Para as bordas existem peças prontas boleadas, que proporcionam um acabamento melhor. A melhor solução para o rejuntamento é a utilização de argamassa à base de resina epóxi, que promove uma completa impermeabilidade. As Piscinas de concreto ainda são as mais caras, podendo custar até três vezes mais que a de fibra. O preço vai depender muito das dimensões e acabamentos escolhidos. A de vinil também é mais barata que a de concreto, pois possui a base mais simples, assim como menos ferragem e concreto. Para execução completa de uma piscina em concreto de médio porte são necessários R$ 30 mil. A de fibra de vidro pode chegar a R$ 10 mil, mais ou menos o mesmo valor da de vinil. Se uma piscina de concreto for bem executada, tem uma durabilidade indeterminada. Já as de fibra e de vinil podem durar até 10 anos se bem cuidadas. A construção em concreto demora cerca de 40 dias. O fundamental na execução da piscina de concreto é, após a concretagem, realizar a impermeabilização, pois se for malfeita, podem surgir problemas de vazamento e trincas. Se a opção for por uma piscina de fibra, a instalação pode demorar até 10 dias, e a de vinil pode ser entregue em até 20 dias. Já para deixar a construção com um diferencial, é possível investir em acessórios. Atualmente a novidade no segmento é a instalação de cascatas e banheiras de “spa” junto ao deck da piscina, onde é possível fazer hidromassagens e banhos relaxantes. No caso das escadas, itens fundamentais, podem ser feitas tanto em concreto, que ficam submersas e são mais seguras, como as utilizadas prontas, em inox, do tipo marinheiro. Se o espaço for suficiente, o ideal é optar por uma escada em concreto, que trará um destaque maior à piscina. No mais, é só relaxar e aproveitar.
Publicado na revista C&D - jornal O Liberal, com alterações

Um comentário :

ALEXANDRE disse...

Allan, muito interessante sua matéria sobre piscinas, somos uma empresa especializada em piscinas automatizadas, pioneira no Brasil ,e representante da maior empresa dos EUA.
Caso haja interesse sobre o sistema LIMPMAX acesse nosso site.
www.htpiscinas.com.br
ALEXANDRE ARMENTANO