sábado, 14 de fevereiro de 2009

O fundo do mar na sua sala

Foto: Divulgação/Internet
Muitas pessoas acreditam que o aquário é um elemento brega, de mau gosto e que a manutenção dá trabalho. Mas esse conceito é ultrapassado, pois um aquário tem um apelo visual inegável e pode ser um elemento decorativo atraente e interessante. Se for bem projetado, o aquário cria um ambiente de personalidade, proporcionando humanização e interatividade. Além disso, é capaz de entreter e proporcionar sensações de relaxamento e bem-estar. Mesmo assim, a aquariologia ou aquariofilismo é um segmento ainda pouco explorado na decoração. A regar básica, segundo o arquiteto Allan Feio, é que o aquário não pode ser coadjuvante. “ Ele tem que ser o destaque do ambiente. Pode ser instalado na sala de estar, onde é mais comum, na cozinha, no quarto e até no banheiro, em pequenas dimensões, é claro, sempre com a função de aproximar o ser humano da natureza”. O aquário pode ser usado ainda para separar ambientes, como a sala de estar da de jantar, por exemplo, sendo possível visualizá-lo de ambos ambientes. “Esta saída cria certa privacidade, assim como dá transparência aos ambientes”, explica. Allan Feio aconselha que o aquário seja embutido em paredes ou móveis, pois assim ganham mais destaque. “Usados desta forma, ficam parecendo quadros vivos. E não pense que é uma opção difícil de executar. O segredo é esconder toda a fiação e tubulação”. Além disso, ele destaca que os aquários devem ficar preferencialmente distantes da luz natura direta, pois esta afeta a qualidade da água e provoca a proliferação de algas, o que esteticamente é indesejável. O peso do aquário também deve ser considerado, pois existem ambientes – principalmente em apartamentos – ou móveis que não suportam o sobrepeso. A localização ideal é onde não haja circulação constante de pessoas e seja de fácil acesso, por causa da manutenção. Nos ambientes comerciais são bastante encontrados em halls de entrada, salas de espera, consultórios e restaurantes, sempre com muita aceitação. Os mais entusiasmados dizem que a presença de um aquário no ambiente de trabalho pode até mesmo aumentar a produtividade. Existem inúmeros formatos disponíveis no mercado. “O tamanho do aquário deve estar compatível com o espaço disponível, com a quantidade de recurso financeiro que o cliente dispõe e com as espécies de peixes que se quer criar”, afirma Allan Feio. O arquiteto aconselha que se dê preferência a aquários retangulares e mais largos do que altos, que ficam esteticamente mais equilibrados. Em geral, a largura deve ser o dobro da altura. Aquários maiores tendem a ser mais fácies de manter. “É bom evitar alturas maiores que 80 centímetros, pois dificultam a manutenção e a limpeza do aquário”. Deve-se atentar ainda para o estilo da decoração da casa. As mais contemporâneas costumam adotar melhor o aquário. “Isso não quer dizer que se você tem uma decoração clássica ou tradicional não poderá incluir um. Netas horas vale o bom senso. Um aquário pode conviver harmonicamente com um móvel imponente e vistoso, por exemplo. O aquário não pode brigar com o restante da decoração”. Quanto à decoração interna do aquário, hoje as técnicas evoluíram e a aquariologia chegou ao ponto de ser reproduzir ambientes fiéis aos naturais. É possível utilizar água doce ou salgada, sendo que esta última é mais cara e trabalhosa de manter. A decoração do aquário pode ser composta dos mais variados materiais, e de preferência naturais. Para complementar, podem-se usar rochas, cascalhos e troncos para criar os mais diversos cenários e mais próximos possíveis do natural, sem esquecer também a vegetação. A iluminação artificial é ponto importante e fundamental. É ela que vai intensificar e dar ainda mais vida ao ambiente. Assim como acontece com outras peças de decoração quando são iluminadas adequadamente, o aquário ganha mais destaque. O tipo de iluminação mais usado é o de lâmpadas fluorescentes, mas pode-se utilizar luzes coloridas também. “É possível inovar utilizando luminárias pendentes ou spots, criando um ar sofisticado. O ideal é procurar lojas especializadas par prestar esta assessoria”, explica Allan Feio.
Publicado na Revista Diário em 08/02/08

4 comentários:

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

Fabiana Guaranho disse...

Muito bom achar os companheiros arquitetos por aqui.
Sou do Rio de Janeiro e tb trabalho com interiores.
Bom trocarmso idéias, visite meu blog.
Bjinhos

Larissa Vilhena disse...

Sensacional este blog! Artigos bem escritos e que realmente contribuem com quem quer informação e/ou inspiração para um espaço legal.
Também tenho acompanhado seu trabalho pela mídia e me impressiono com tamanho talento que possui.
Parabéns.

Andrey Góes disse...

Olá pessoal, me chamo Andrey Góes, sou Profissional de Aquarismo aqui em Florianópolis/SC atuando na Oceanica Aquarismo Profissional & Sustentável. Trabalhamos com projetos de aquários e lagos ornamentais unidos à decoração.

Qualquer dúvida ou assessoria sobre o assunto por favor entrem em contato.

www.oceanicaaquarios.com.br
andrey@oceanicaaquarios.com.br
48 9989-5584
48 3025-4422

Grande Abraço.