sábado, 28 de fevereiro de 2009

Separar é a solução

Foto: Marcus Mendonça - Revista C&D
Biombos transformam e decoram ambientes de forma rápida e simples.
Cansou da decoração? Mudar e decorar com facilidade, os biombos trazem aconchego para os ambientes divididos, aliando simplicidade e bom gosto. Dividir ambientes onde não tem muito espaço aliado com o transtorno das obras é sempre um grande problema quando se pensa em mudar o visual de um cômodo da casa. Mas nem sempre separar ambientes é necessário uma parede. Uma boa alternativa e pouco usada em Belém é o biombo. Componente milenar inventado por chineses é capaz de colocar à parte aquilo que ainda faz parte sem muito trabalho e de forma não definitiva. Práticos e maleáveis, eles permitem transformações rápidas de ambientes de forma simples e inusitada. A divisória possui uma característica fundamental de separar pequenos mundos e ao mesmo tempo integrá-los. Formados por folhas retangulares articuladas por dobradiças, eles podem ser produzidos em vários tipos de matéria-prima e estilos que passam pelo modelo rústico ao contemporâneo, são feitos em materiais naturais como fibras e também em vidro e alumínio. De acordo com o acabamento do produto, os valores variam entre R$200 a R$3 mil. “Um elemento antigo, mas pouco utilizado aqui na região, o biombo foi se renovando ao longo dos anos é mais explorado como divisor de ambientes prático e sem necessidades de grandes obras. Mas garante ainda como uma peça fundamental na decoração”, explica o arquiteto Allan Feio. Os biombos também são indicados para ocultar a entrada de uma área íntima, de um sanitário, cozinha ou esconder um elemento indesejável. Para Larissa Vilhena, o acessório deu um charme a mais no ambiente. “Eu queria dividir o lavabo que ficava perto da mesa da sala de jantar. O biombo preservou a sala e garantiu um espaço para colocar as fotos da família”, resume. Allan alerta que o biombo tem que estar em harmonia coma decoração da casa. No caso da Larissa, o biombo revestido em vidro e madeira da cor branca deu um toque a mais no espaço e preservou a sala de jantar. Na cultura japonesa, os biombos ou byobu significam “parede de vento”, pois serve como uma proteção contra agitação ou corrente de ar. Para os orientais, o acessório torna o interior das casas mais convidativo e alegre. Para as residências japonesas, onde o espaço é uma recompensa, o biombo permite uma rápida alteração na disposição do cômodo. Já no século XVIII, era usado para dividir ambiente ou para decorar. Na era do cinema americano, o acessório ganhou destaque com as divas se despindo atrás deles se transformou num ícone.
Publicado na revista C&D - O Liberal em 01/03/09

14 comentários:

VívienShildwachter disse...

Olá Allan, tenho uma dúvida sobre o aparelho telefônico, em qual ambiente da casa é mais adequado colocá-lo? Obrigada. Atenciosamente, Vívien

Allan Feio disse...

Vivien,
o aparelho telefônico pode ser colocado em qualquer ambiente, inclusive cozinha e banheiro. Tudo depende da sua necessidade e costume. Muitos preferem utiliza-lo nas áreas íntimas, por questão de privacidade, outros na sala, e por aí vai. Não tenha medo de usá-lo.

Grande abraço
Allan

Anônimo disse...

Allan , vc é espirituoso e refinado, fiquei aliviada em ler em seu artigo que posso colocar um biombo até a cozinha, quero uma sugestáo para dividir a área de serviço e a cozinha, mas nao quero nada que tire a circulaçao de ar que inicia pela área de serviço.
posso mesmo colocar um biombo nesta área? fica legal ou brega, pensei em uma peça rustica ou toda branca . o que voce acha ?
grata,
waldna

Allan Feio disse...

Olá Waldna,
pode colocar o biombo na cozinha sem medo. O ideal é que você combine com os móveis da cozinha. Tente seguir o mesmo padrão, seja de material ou pelo menos de cor. Procure escolher um acabamento que seja de fácil limpeza, uma vez que pode acumular sujeira e gordura da cozinha. Para não tirar a ventilação eu sugiro um biombo com venezianas ou vazado.
Continue sempre acessando o blog e comentando quando quiser.

Grande abraço
Allan Feio

daniel disse...

ola allan
qeria uma dica de cores e modelos de portas para sala e home de tv em 2 ambientes seria ideal colocar tudo da mesma cor sendo que ira ser aberto o ambiente

Allan Feio disse...

Olá Daniel,
Existem inúmeras possibilidades, materiais e modelos de portas. Pode ser em madeira, MDF, ferro, vidro temperado ou uma composição de um ou mais desses materiais. Precisaria saber como é a decoração de sua casa para poder dar uma sugestão. A princípio, deve haver uma unidade entre todas as portas da casa, não necessariamente iguais, mas com padrões iguais.

Um abraço
Allan Feio

Fabio Madeira disse...

Olá Allan, td bem? Gostei muito das suas idéias sobre a utilização de biombos e gostaria de saber onde posso encontra-los aqui em Belém. Obrigado
Verônica

Allan Feio disse...

Olá Verônica,
não é muito fácil achar biombos em Belém. É preciso dar uma procurada nas lojas de decoração. Lembro de ter visto um no Tudo Casa Presentes no It Center.

um abraço
Allan

fabiana disse...

ola allan, me de uma dica, eu to querndo pintar minha sala de verde com bege, e meus moveis sao preto, com assento bege, o que acha de minha ideia. o verde ficaria bem na parede principal da sla?

fabiana disse...

gostaria de pintar minha sala de verde com bege o que vc acha?
detalhe meus moveis sao preto com bege.

Allan Feio disse...

O verde é uma ótima opção e casa muito bem com tons terrosos. Tenha cuidado com o tom deste bege. Opte por tonalidades mais calmas e aconchegantes, para não pesar o ambiente.

um abraço

Pâmela disse...

Olá estou morando em um só cômodo e gostaria de fazer desse cômodo dois espaços posso fazer isso usando o biombo?De que forma posso armonizar o quarto e a cozinha com a intenção que ao receber vistas ninguém invada minha privacidade?

ana disse...

Olá, amei este biombo de fotos! Mas tenho uma dúvida: como ele é feito? Como as fotos são colocadas??Já procurei na net para comprar um desses mas não achei! Vou procurar um marceneiro para fazê-lo.

Allan Feio disse...

Ana,
as fotos são colocadas por trás do biombo, igual a um porta retrato normal. É como se fossem vários porta retratos juntos, cada um com a sua "portinha", por onde se colocam as fotos.