quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Decoração acessível na Morar Mais por Menos


 Fotos: uol.com.br 
Durante o ano todo, muitas Mostras Decorativas acontecem em todo o Brasil. A mais famosa e antiga delas é a grife Casa Cor, que acontece em 23 cidades. Em 2011 surgiu a Mostra Black, fincada nos conceitos de luxo e exclusividade. Há também a Morar Mais por Menos, que tem uma proposta um pouco diferente das concorrentes. Ela procura responder uma pergunta simples: Como ter um lar aconchegante e sofisticado sem gastar quantias exorbitantes? Os arquitetos e designers apresentam soluções criativas, simples e baratas, sem abandonar a estética. Os visitantes se identificam com os ambientes apresentados, justamente por trazer uma decoração possível, facilmente adaptável a sua casa.
O evento nasceu no Rio de Janeiro em 2004, e hoje acontece também em Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Cuiabá, Goiânia, Recife, Natal, Salvador e Vitória. Além de apresentar ambientes acessíveis, a mostra também demonstra como morar melhor, se comprometendo com a sustentabilidade, reaproveitando nos projetos o que antes iria para o lixo ou estava sem uso em casa.
Este mês, a Morar Mais por Menos inaugura em Brasília (de 14/08 a 23/09, na Casa do Candango) e Belo Horizonte (de 16/08 a 30/09, na Praça Milton Campos, 195). Veja alguns ambientes da mostra da Capital Federal:


O Apartamento da Artista, projetado por Juliane Moi, é um ambiente feminino e contemporâneo. A arquiteta utilizou almofadas, paredes e alguns objetos nas cores rosa e amarelo.
Mayara Kassiê e Letícia Pires projetaram a Cozinha da Casa. A cor azul aparece em diferentes tonalidades, como nas poltronas e na parede.


A Sala de Brincar criada por Daniela Bakker e Dinane Lima abusou do amarelo e do ar lúdico.
O vermelho aparece nos tecidos, detalhes e fundo de prateleiras no Quarto do Casal, projetado por Silvana Monte Rosa.


A Suíte do Rapaz tem um grande futon amarelo no centro do ambiente. Projeto de Karla Madrilis.
A Varanda Gourmet criada por Didacio Duailibe, Flávia Duailibe e Rivany Farias, mistura móveis de fibra, ladrilho hidráulico, tijolo aparente e bancada amarela.

2 comentários:

Bruh Floripa disse...



OLÁ!!
Ahhh... pq feio?
Se tudo que vejo por aqui é tão bonito.
Eu adoro arquitetura!

___ \\\\\|//
____( @ @ )
ooO__(_)__Ooo____________________________
___|___|___|___|___|___|___|___|___|___|___|
_|___|___|___|___|___|___|___|___|___|___|__
|___| Olha eu aqui espiando |___|___|___|___|___|
__|___| e fazendo uma visitinha |__|___|___|___|__
_|___|___|___|___|___|___|___|___|___|___|__
|___|___|___|___|___|___|___|___|__|___|___|
__|__ E comentarei sempre que aqui vier _|___|___|
|__|___|Venha conhecer meu blog se puder __|___|__
_|___|___|__|___|___|___|__|___|___|___|___|
________________________________________
|___| http://bruhfloripa.blogspot.com.br |___|___|__
________________________________________
___|___|___|___|___|___|___|___|___|___|___
_|___|___|Visite o Blog da Bruh |___|___|___|____|_
___|___|___|___|___|___|___|___|___|___|___
Se gostar, venha participar.
Espero sua visita e um comentário em qualquer lugar.
Fique à vontade para palpitar, mas venha me visitar!
Bjokas da comadre Bruh. =*

Allan Feio disse...

Oi Bruh,
Muito obrigado pelos elogios.
Feio é o sobrenome da minha família. Não tive como escapar.
rssss