sábado, 11 de fevereiro de 2012

Integrar é a solução

Foto: Allan Feio Arquitetura
Com imóveis cada vez menores, a integração dos ambientes aparece como uma opção para otimizar os espaços. Com paredes a menos, salas, cozinhas e quartos podem ganhar alguns centímetros preciosos. Veja como:

1. A integração precisa manter o equilíbrio e a linguagem entre os ambientes. Quanto mais unidade nos acabamentos melhor. Estilo, cores, revestimentos, tecidos e materiais devem estar em sintonia.

2. A união da sala de estar e jantar é um dos casamentos mais antigos na arquitetura. Neste caso, o acabamento e o estilo dos móveis devem seguir a mesma linha. O tapete sob a mesa de jantar ajuda a delimitar os ambientes.

3. O famoso “balcão americano”, une a cozinha à sala, ao mesmo tempo em que proporciona a delimitação dos ambientes.

4. Uma cozinha integrada deve estar sempre limpa e organizada. Utensílios e eletrodomésticos devem ficar a mostra, fazendo parte da decoração.

5. A integração pode ser uma saída para trazer ventilação e iluminação naturais a um ambiente antes isolado.

6. Portas de correr são ótimos artifícios, pois permitem isolar e integrar os ambientes facilmente. Quando desejar privacidade é só fechar a porta e isolar os espaços antes integrados.

7. No caso de apartamentos, é fundamental ficar atento aos elementos estruturais do prédio. Nem sempre é possível demolir paredes. Além disso, a demolição pode revelar vigas e pilares embutidos que podem atrapalhar a integração dos ambientes.

8. Nem sempre integrar é a melhor solução para ganhar espaço. Se não houver um bom planejamento, a integração dos ambientes pode dificultar ainda mais a arrumação do local. Avalie se a mudança trará funcionalidade.

2 comentários:

Amazonia E Cia disse...

MUito Bom Mesmo Allan.

Dicas precisas para o mundo impreciso. Parabéns.

Adoramos seu blog.

Allan Feio disse...

Muito obrigado Amazônia e Cia. Sejam bem vindos ao blog