segunda-feira, 28 de julho de 2008

Planejamento é fundamental na construção

Quem vai construir ou reformar, seja um cômodo ou toda a residência, sabe que há um trabalho árduo e estressante pela frente. São muitos os detalhes a serem definidos e acompanhados durante o tempo de execução da obra - que pode levar dias, meses, e até anos, dependendo do tamanho do local e da estrutura a ser modificada. Organização, calma e paciência são fundamentais para que tudo dê certo e sua casa fique do jeitinho que você sonhou. Para ajudar, selecionamos algumas dicas valiosas para quem não quer lidar com imprevistos ou desperdícios durante uma obra.
· Definir o escopo da reforma. Em primeiro lugar, tenha em mente tudo o que você pretende fazer. Idealize como quer cada parte do local que será modificado ou construído. Vale procurar informações e aproveitar idéias de diversas fontes: internet, TV, revistas de arquitetura e decoração, lojas especializadas etc. Aproveite para avaliar se este é realmente o melhor momento para este tipo de investimento, que exige tempo, dinheiro e disposição. Procure também conversar com pessoas que acabaram de passar por uma experiência com obras.
· Contrate um arquiteto. É para ele que você vai passar o seu programa de necessidades e as alterações que imagina fazer no lugar. O arquiteto irá interpretar essas necessidades e fará um estudo, buscando cumprir o programa estabelecido. Seja uma obra grande ou pequena, é importante que ela siga um projeto. A crença de que contratar um profissional vai aumentar os custos é um mito: muito pelo contrário. O arquiteto poderá propor soluções econômicas e eficientes para cada etapa da obra. Com a ajuda especializada, evita-se o desperdício.
· Analise o orçamento e o cronograma. Depois do projeto pronto, já é possível saber quanto será gasto e quanto tempo irá durar a obra. Se você tiver em mãos um projeto bem definido, o orçamento e o cronograma da obra ficarão bem mais próximos do real. A partir disso, veja se os valores estão dentro de suas possibilidades financeiras e separe sempre uma 'verba extra' para qualquer eventualidade. Uma reforma, mais do que uma construção, pode apresentar surpresas no meio do caminho - como ter que quebrar uma parede por causa de um vazamento, por exemplo.
· Escolha bem a mão-de-obra. Ao selecionar os empregados que farão o trabalho, o melhor ainda é contratar um empreiteiro ou empresa de engenharia que seja responsável pelos operários. Se a reforma for pequena ou se você pretende economizar, alguns cuidados extras precisam ser tomados - quanto à qualidade do serviço e à segurança dos profissionais, por exemplo. Pedreiros, eletricistas, pintores, todos devem ser indicados por pessoas de sua confiança. Além do orçamento, devemos checar as referências e especialidades de cada operário e fornecedor.
Amazônia Jornal - 27/07/08 (Com alterações)

2 comentários:

Marcos disse...

Oi Allan! Tudo bem?
Li a maioria de seus posts e publicações e gostei muito da seriedade, competência e conhecimento com que escreve sobre estes assuntos.

Parabéns!

Abraços

Marcos

http://interioresdesign.wordpress.com/

Allan Feio disse...

Muito obrigado Marcos, fico contente com os elogios. Faço o máximo para agradar e de alguma forma auxiliar os leitores do blog e das publicações. Espero que sua visita seja constante por aqui. Fique a vontade para sugerir e criticar também.
Grande Abraço
Allan Feio